Para ler:

A Invenção de Hugo Cabret

A invenção de Hugo Cabret

Texto e ilustrações de Brian Selznick, que inspiraram o belo filme de Martin Scorsese. Totalmente recomendado, não foi à toa que virou filme. Os desenhos, maravilhosos, não são apenas ilustração, mas compõem a narrativa. Fantástico para quem gosta das letras e para quem gosta das imagens. É um bom presente para qualquer idade.

A invenção de Hugo Cabret, de Brian Selznick

Para ouvir:

Sortimento

Difícil afirmar isso, principalmente pra uma fã tão incondicional como eu, mas tenho considerado muito a possibilidade de encarar o Sortimento como o melhor disco da Zélia Duncan. Diria que é um dos discos obrigatórios de quem gosta da “nova” música brasileira.

Para ver:

Ponte para Terabitia

ponte-para-terabitia-poster01

É um belo filme. Aos que dizem que não é para crianças, acho que posso dizer que as crianças que eu vi assistirem gostaram tanto, que repetem seguidas vezes. Um filme sobre amizade, sobre amor e sobre como dar a volta por cima.

Ponte para Terabítia

Ponte para Terabitia

26 de janeiro de 2009

ponte-para-terabitia-poster01

É um belo filme. Aos que dizem que não é para crianças, acho que posso dizer que as crianças que eu vi assistirem gostaram tanto, que repetem seguidas vezes. Um filme sobre amizade, sobre amor e sobre como dar a volta por cima.

Ponte para Terabítia

Por Vanessa em Para ver | Nenhum comentário »

Clube da Luta

28 de setembro de 2008

Acho que mesmo que eu adorasse filme de porrada não teria gostado tanto de Clube da Luta. É surpreendente, tudo bem, mas o que me conquistou nele foi a loucura, que eu identifiquei como muito próxima da minha.

Por Vanessa em Para ver | Nenhum comentário »

Bossa Nova

28 de setembro de 2008

Os filmes brasileiros hoje em dia estão bem melhores que na minha infância. Esse é leve, engraçado. Que que tem se mostra um Rio pra inglês ver?

Por Vanessa em Para ver | Nenhum comentário »

Corra, Lola, corra

28 de setembro de 2008

Filme alemão, muito diferente do habitual.
Depois de ver, vale a pena rever com calma, pra perceber os detalhes que tiverem ficado despercebidos.

Por Vanessa em Para ver | Nenhum comentário »

© Vanessa Pacheco, Brasília, 2000
Atualizado com o WordPress
Feito pelo Zamorim